É hora de contratar um funcionário, como fazer?

Os empreendedores, em sua grande parte, começam seus negócios muitas vezes trabalhando sozinhos ou com auxílio esporádico de outro profissional. Todavia, uma vez o negócio se expandindo, é hora do empreendedor pensar em agregar pessoas à sua empresa para melhor atender seu cliente. Aí veem algumas perguntas: posso contratar e continuar como MEI? Quais contribuições serão acrescidas às minhas despesas mensais? Qual melhor maneira de formalizar esta contratação? Há algum procedimento a ser tomado antes de efetivar a contratação?… Estas e outras perguntas são rotineiras na vida de qualquer empreendedor que pense em expandir seu negócio.

No artigo de hoje, vamos abordar alguns alertas importantes que devem ser observados objetivando uma correta contratação e segurança tanto para o empregador quanto para o empregado.

Posso continuar como MEI?

Sim! É permitido ao MEI contratar até um funcionário e ainda assim permanecer como Micro Empreendedor Individual.

Processo seletivo

Por mais que haja pessoas de sua convivência que tenham conhecimento na área de interesse, nunca dispense um processo seletivo. Isto possibilita à você definir de forma antecipada qual perfil de profissional deseja, quais competências precisará para o cargo, oferecer uma remuneração compatível com o cargo a ser ocupado e outros.

Organize-se para contratar

Quando falamos em organizar-se, estamos alertando para procedimentos que precisam ser adotados antes do efetivo inicio do trabalho, tais como: elaborar contrato de trabalho, encaminhar candidato para exame admissional, definir horário de trabalho e forma de controle, certificado para recolhimento de FGTS entre outros.

Fique atento às contribuições trabalhistas

É muito comum vermos pessoas contratando funcionários e só no momento da rescisão se dão de conta de uma serie de recolhimentos que deveriam ter efetuado já no primeiro ou desde os primeiros meses da contratação. Talvez, se ainda não fez, esta seja a hora de consultar um contador de sua confiança.

Agora que já está inteirado da melhor forma de contratar seu mais novo ‘braço direito’, é horar de partir para a ação de colocar seu negócio para crescer.

Boa sorte e bom trabalho!

Daniela Moraes